Se revelar comprometido com uma empresa pode ser um segredo de sucesso! E por isso, contar bons argumentos para promover o investimento em Automação Industrial pode ser uma boa medida!

O grande problema é que muitos gestores podem acabar não sendo tão flexíveis nesse sentido, e podem apresentar uma série de barreiras quando se trata de implantar tais iniciativas.

E os motivos são inúmeros, desde ausência de recursos financeiros, falta de ferramentas de cunho tecnológico, pessoas que sejam resistentes a aceitar eventuais mudanças e até mesmo gerentes ou diretores que não valorizam tais iniciativas.

Não há como negar – quando se trata de investir em um sistema ERP todas essas barreiras simplesmente podem ser multiplicadas, principalmente por conta de que muitos não conhecem de perto todos os benefícios envolvidos.

As dúvidas acerca do retorno envolvido nesse tipo de investimento são inúmeras, e há ainda aqueles que acreditam que tudo isso simplesmente não servem para sua empresa por acreditar que a mesma é de pequeno porte.

Se você se identifica com todos esses aspectos e está tentando ter bons argumentos para que sua empresa invista em um sistema de Automação Industrial, esse é o melhor conteúdo para lhe auxiliar.

No decorrer desse artigo você poderá entender os melhores argumentos para convencer seu gestor a investir em um sistema de Automação Industrial e obter bons resultados antes do que se possa imaginar!

 

A importância de investir em um sistema de Automação Industrial

Pode ser difícil identificar o melhor momento para investir tempo e recursos para promover a implantação de um sistema ERP, mas quanto mais tardia for essa decisão, mais dinheiro poderá ser perdido com processos que não tenham eficiência.

Outro favor que pode servir de argumento, é que as tecnologias estão sempre avançando de forma muito veloz, e uma empresa que não se atualize nesse sentido poderá estar atrás de seus concorrentes.

A demora da implantação deve ser analisada de forma mais minuciosa.

Se esse é um ponto que cria barreiras por parte da gestão da empresa, é importante salientar que um sistema ERP não se trata apenas de uma instalação de software ou somente um projeto de TI– é algo maior!

É uma realidade que acaba acomodando uma ampla transformação em um negócio e envolve ainda uma revisão acerca dos processos de trabalho de todo o time da corporação.

 

Sobre o custo – o que é importante evidenciar?

Os custos mais elevados não são uma realidade para todas as empresas de pequeno e médio porte? Será? Essa é uma ideia que foi amplamente consolidada de que um sistema ERP somente poderia ser interessante para empresas de grande porte.

Mas, nos dias de hoje é possível sim colocar um sistema de produção em apenas três meses e com um custo que pode ser bem interessante para diferentes tipos de empresas.

 

Sobre os obstáculos para obter um retorno acerca desse investimento!

Os riscos não podem ser de fato ignorados, podendo até mesmo impactar no ROI do projeto – mas, o lado positivo é que tais riscos podem ser mitigados se a empresa considerar adotar uma boa metodologia durante a implantação.

 

Usando boas metodologias – como?

Uma boa alternativa de metodologia para a implantação de ERP deve envolver um bom mapeamento de todos os processos da empresa e para tanto, deve-se criar um cenário quanto ao uso de um software para poder linhar todas as expectativas do usuário diante de um futuro cenário.

Nesse caso, considerar o gerenciamento de mudanças para que se possa tratar novas questões de resistência dos usuários é sempre uma boa medida.

 

Quando o sistema ERP não acaba se adequando aos processos da empresa.

Uma boa parte dos fornecedores de ERP podem ofertar mapeamentos de processos da empresa durante o momento da venda. Por isso, antes mesmo de decidir o fornecedor pode ser interessante avaliar o software para saber se ele será de fato adequado para os processos internos.

Customização do software pode ser uma saída!

Dando continuidade ao argumento anterior, será possível entender o quanto o software poderá ser customizado e até mesmo quando a empresa poderá necessitar para se adequar o fluxo do trabalho envolvido.

 

Dificuldade de adaptação por parte das pessoas envolvidas

A abordagem forçada de fato não irá surtir bons resultados para a composição desse tipo de processo, até mesmo porque a resistência pode ocorrer naturalmente pelo simples receio das mudanças que estarão por vir. Entender isso é um ponto importante.

 

E como lidar com essa resistência?

É fundamental que todas as pessoas envolvidas participem desde o comecinho de todo o processo, ainda na fase de mapeamento que é realizado durante a venda – isso poderá diminuir bastante a resistência e entendimento do novo cenário que está sendo proposto!

 

Use todos os argumentos e permita-se a um futuro mais promissor.

Ao usar cada um desses argumentos de forma consistente, você considera orientar sua empresa a finalmente se render à adequação da Automação Industrial!